Páginas

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

“A IGREJA PRECISA VOLTAR A SER IGREJA DE YEHOSHUA HAMASHIACH , E NADA MAIS!”

3 Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos e se apartem da simplicidade e da pureza que há no Messias.




4 Porque, se alguém vem e vos prega outro Yehoshua  que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes,com razão o sofrereis! II CORINTIOS 11.3-4







Observando o esta passagem bíblica de II coríntios 11 e o comportamento de algumas igrejas no dias atuais, um sentimento de inquietação, e não raras vezes de desagrado, toma o meu coração.


Preocupa-me o fato dessas igrejas não preservarem na doutrina bíblica e na tradição II Ts. 2.15 e At. 2.42 , não porque tenham evoluído, mais porque desprenderam da essência do ser igreja. São igrejas que não trilham mais o caminho da verdade que é Yehoshua o Messias e , por isso mesmo , não conduzem seus membros nessa direção.
A igreja vem perdendo o aspecto de igreja do salvador e gradativamente , adquirindo um jeitão de empresa.
Já não fala , não se comporta , não luta como igreja. Adquiriu para si a fala dos empreendedores , o comportamento das empresas.
Sua luta não é mais contra a carne e o sangue , mais contra os “ concorrentes”. Afastada da simplicidade do evangelho do messias , ainda que modernizada; A igreja deixou de ser igreja , e por isso mesmo não impacta o mundo como deveria , apenas abarrota seu rol de membros e seus cofres , tal como um bom e verdadeiro clube religioso .


As conseqüência? Um crescente numero de pessoas correndo atrás de ilusões ,
 e não dos reais princípios e promessas da Escritura Sagrada , esquecidas ou não sabedoras da palavras de Yehoshua : “ vede que ninguém vos engane” Mc13:5
Porventura não é enganar a si mesmo ouvir o que agrada e não o que é verdadeiro? Hoje ,não são poucos os pregadores que , desejosos de desfrutar de auditórios cheios , optam em não contrariar a ninguém.

Com isso deixam de lado assuntos bíblicos importantíssimos como a santificação , a perseverança , o desenvolvimento do caráter , a renúncia , a piedade com contentamento , a segunda vinda de Yehoshua , o amor ao próximo e o nascer de novo.
A lista não se esgota por aqui , é apenas exemplificativa . Há em muitas igreja hoje em dia uma Aversão (ANTIPATIA) a pregações doutrinaria  (ESTUDO) As pessoas exigem algo que seja oratório , que suscite emoções que levem a ação imediata , e que não requeira CONCENTRAÇÃO DE PENSAMENTO.
Infelizmente , algumas instituições religiosa são assim , mas o Salvado Yehoshua e os apóstolos pregavam doutrina ( mc 4:2 ,At 2 :42 ) e somos exortados a pregar doutrina ( II Tt 3:10 , II Tt 1:9).

“A IGREJA PRECISA VOLTAR A SER IGREJA DE YEHOSHUA HAMASHIACH , E NADA MAIS!”

domingo, 19 de setembro de 2010

Posicionamento do Pr Paschoal Piragine Jr sobre as eleições 2010

Política 2010 Parte 1/2


POLÍTICA
MALAFAIA RESPONDE PT


Silas responde sobre vídeo de Piragine Jr e eleição de Dilma


Por: Redação Creio


No programa Vitória em Cristo exibido no dia 11 de setembro deste ano, o pastor Silas Malafaia sugeriu que os telespectadores assistissem ao vídeo do pastor Paschoal Piragine sobre as eleições 2010. Nele, Piragibe criticou o PT e pediu aos internautas para não votarem em nenhum candidato do partido. Piragine sofreu ameaças do partido dos trabalhadores.
A repercussão foi tão grande que, até o fim da tarde desta sexta-feira, dia 17, o vídeo postado no youtube já havia sido assistido por mais de 1,6 milhão de pessoas. O fato motivou integrantes do Partido dos Trabalhadores a enviarem uma carta ao pastor Silas Malafaia, que respondeu de pronto.
Na carta os integrantes do PT argumentam que as declarações de Piragine não correspondem com a verdade. ”Não é verdade que deputados do PT foram expulsos por se manifestarem contra o aborto. É verdade que eles tiveram conflitos com movimentos de mulheres sobre questões relacionadas ao aborto, mas não houve expulsão. Em função desses problemas eles foram punidos pelo PT, o que os levou a mudarem de partido.”
Silas prontamente respondeu e declarou que o PT está na vanguarda da defesa do aborto e da PL 122. “Espero que, se Dilma ganhar, vocês que são cristãos não fiquem envergonhados, e não se calem diante de coisas que viram por aí, e que só o tempo poderá nos mostrar. Sinceramente, honestamente, gostaria de estar equivocado em relação às posições do PT. Não ficarei triste se o tempo mostrar que estou equivocado nestas questões, porque no tempo presente, elas são a realidade dos fatos.”
Leia a carta na integra:








Leia abaixo essa carta e, em seguida, a resposta do pastor Silas Malafaia:






CARTA ENVIADA POR INTEGRANTES DO PT


“Prezado Pr. Silas Malafaia


Graça e Paz!


Somos evangélicos e tomamos conhecimento da Vossa orientação no programa exibido em 11/09/2010, para que os expectadores assistissem ao vídeo do Pr. Paschoal Piragine, que pede aos cristãos não votar nos candidatos do Partido dos Trabalhadores do qual fazemos parte.


O Pr. Paschoal Piragine é bastante conhecido e o temos como uma pessoa íntegra que esteja considerando que as informações que possui contra o PT sejam realmente verdadeiras. Entretanto, trata-se de afirmações que não correspondem com a realidade.


Diante do conteúdo vídeo, gostaríamos de esclarecer que:


Não é verdade que um parlamentar do PT não pode descumprir uma deliberação coletiva do partido por uma questão religiosa ou de foro íntimo. Veja o que diz o inciso XV do art 13 do estatuto do PT:


“Art. 13. São direitos do filiado:
XV – excepcionalmente, ser dispensado do cumprimento de decisão coletiva, diante de
graves objeções de natureza ética, filosófica ou religiosa, ou de foro íntimo, por decisão da
Comissão Executiva do Diretório correspondente, ou, no caso de parlamentar, por decisão
conjunta com a respectiva bancada, precedida de debate amplo e público.”


Não é verdade que deputados do PT foram expulsos por se manifestarem contra o aborto. É verdade que eles tiveram conflitos com movimentos de mulheres sobre questões relacionadas ao aborto, mas não houve expulsão. Em função desses problemas eles foram punidos pelo PT, o que os levou a mudarem de partido.


Não é verdade que o PT possui uma orientação pela legalização do aborto. Em seu IV Congresso, o PT modificou a resolução que falava de aborto e estabeleceu para o atual programa de governo da Dilma o seguinte texto: “Promover a saúde da mulher, os direitos sexuais e direitos reprodutivos: O Estado brasileiro reafirmará o direito das mulheres ao aborto nos casos já estabelecidos pela legislação vigente, dentro de um conceito de saúde pública”.




O Plano Nacional de Diretos humanos é elaborado pela sociedade por meio dos conselhos de diretos humanos com a participação do governo federal, mas não é uma novidade do governo Lula. O primeiro plano foi publicado através do Decreto número 1.904, de 13 de maio de 1996, e o segundo através do Decreto número 4.229, de 13 de maio de 2002. Em todos eles estão presentes assunto polêmicos ligados com a sexualidade. Diante disso seria um equívoco afirmar que todos os méritos e deméritos do PNDH 3 é de responsabilidade do governo Lula ou do PT.


O conteúdo apresentado no vídeo não corresponde, portanto, com a realidade do que está sendo defendido pelo PT. Podemos pegar os posicionamentos do PT e comparar com o conteúdo do vídeo e observaremos que não existe veracidade. Um exemplo bastante claro é a questão da pedofilia. Não conhecemos nenhum parlamentar, de nenhum partido político, ou algum grupo social que defenda a pedofilia. Atribuir uma acusação dessa natureza ao PT é de extrema injustiça.




Até o dia 13/09/2010 já houve mais de um milhão, duzentos e cinquenta mil acessos ao vídeo disponibilizado na internet. Diante desses fatos nos sentimos extremamente injustiçados e pedimos que os esclarecimentos fossem veiculados em seu próximo programa.




Desde já agradecemos um retorno.




Na Graça de Deus!


Gilmar Machado
Candidato a Deputado Federal – PT/MG – Igreja Batista Central de Uberlândia
Isaac Cunha
Candidato a Deputado Estadual – PT/BA – Primeira Igreja Batista
Joaquim Brito
Candidato a Vice-Governador de Ronaldo Lessa - PT/AL – Igreja Batista do Pinheiro
Walter Pinheiro
Candidato ao Senado – PT/BA – Igreja Batista da Pituba
Wasny de Roure
Candidato a Deputado Distrital – PT/DF – Igreja Batista do Lago Norte”






RESPOSTA DO PR. SILAS MALAFAIA


“Sr. Geter Borges e Candidatos do PT,


Já que vocês me enviaram um e-mail apresentando defesa do Partido dos Trabalhadores em relação às questões que o pastor Paschoal Piragine levanta, gostaria de contraditar a argumentação de vocês. Antes de fazê-lo, quero deixar bem claro que não tenho restrições pessoais ao PT ou a qualquer outro partido. Os meus questionamentos têm a ver com os princípios que defendo, independente de partidos políticos. Esclareço também que sou amigo pessoal de Walter Pinheiro. Em duas eleições passadas, eu o ajudei. Já o citei várias vezes em meu programa de TV como exemplo de cristão na política. Ele tem a liberdade de usar a minha imagem na sua campanha, o que permito de maneira muito restrita a pouquíssimos candidatos.


Vamos aos fatos:


1. O deputado que saiu do PT, saiu por ter posição cristã contrária aos princípios do partido. E se não saísse, seria expulso.
2. O PT está na vanguarda da defesa do aborto e da PL 122. Estes são fatos reais, verdadeiros. Inclusive, no último dia antes do recesso parlamentar no senado no ano de 2009, se não fossem os senadores Magno Malta e Demóstenes Torres, a líder do PT teria aprovado na calada da noite, por voto de liderança, a PL 122. Isto é uma vergonha, e vocês querem que a liderança evangélica fique quieta!
3. O PNDH3 foi enviado ao congresso pelo Sr. Presidente da República no dia 21/12/2009, e a vergonha é que, nesse documento, em vários pontos, só houve recuo em alguma coisa devido à pressão violenta da igreja católica. O PNDH3, sim senhor, é responsabilidade do governo Lula e do PT.
4. Lamento dizer, mas a verdade absoluta é que os princípios cristãos são inegociáveis para nós. Quanto a isto, o PT está do outro lado Quero ser franco e honesto: eu só não entrei de cabeça na campanha do Serra, porque também não vi nele garantias de respeito a esses princípios. Nas duas vezes em que fui convidado para participar de audiências públicas pela Comissão de Constituição e Justiça, na primeira vez, que foi sobre a questão do aborto, os deputados que estavam defendendo a legalização do mesmo, eram do PT. Na segunda vez, no Estatuto das Famílias, os deputados do PT estavam defendendo a inclusão dos homossexuais a fim de beneficiá-los na adoção de crianças. Esta é a verdade nua e crua.


Espero que, se Dilma ganhar, vocês que são cristãos não fiquem envergonhados, e não se calem diante de coisas que viram por aí, e que só o tempo poderá nos mostrar. Sinceramente, honestamente, gostaria de estar equivocado em relação às posições do PT. Não ficarei triste se o tempo mostrar que estou equivocado nestas questões, porque no tempo presente, elas são a realidade dos fatos.


Um forte abraço!


Na paz de Cristo,


Silas Lima Malafaia”






sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Filipenses 4:8 Reflexões

Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.

Filipenses 4:8



"Para todo problema espiritual de grande complexidade (manifestações não identificadas) sempre existe uma solução muito simples , errada."
"A igreja do seculo 21 é como um transporte, um transporte que não anda , quando anda só anda na contra mão da palavra"
"Uma coisa em que as igrejas do século 21 nunca pensaram; capacitar o raciocínio lógico dos fieis pela a inteligência da Escritura Sagrada"
"Não existe tristeza para alguém que conhece a imensa luz da verdade"


quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Revise seus conceitos

video

Há 800 milhões de pessoas


- Há 800 milhões de pessoas desnutridas no mundo.
- 11 mil crianças morrem de fome a cada dia.
- Um terço das crianças dos países em desenvolvimento apresentam atraso no crescimento físico e intelectual.
- 1,3 bilhão de pessoas no mundo não dispõe de água potável.
- 40% das mulheres dos países em desenvolvimento são anêmicas e encontram-se abaixo do peso.
- Uma a cada sete pessoas morre de fome no mundo.
-85.000 MORREM A CADA DIA SEM NUNCA TEREM OUVIDO O PLANO DA SALVAÇÃO.
-VALORIZAMOS MAIS CANTORES E ARTISTAS DO QUE OS MISSIONÁRIOS
"O PRIMEIRO E MAIOR OBSTÁCULO PARA MISSÕES SÃO OS PASTORES"ELES SÓ PENSAM EM DINHEIRO E NAÕ NAS PESSOAS SÓ QUEREM CONSTRUIR GRANDES TEMPLOS

Missões Evangélicas Perseguição e Morte aos Cristãos




A Igreja ( KAHAL) ocupa o ponto central do propósito divino, ela é o instrumento para a difusão do evangelho.
video
O Criador tem chamado do mundo um povo para si, enviando-os novamente ao mundo, para fazer discípulos de todas as nações.
com mais de dois terços da humanidade, ainda não eficientemente evangelizada, como igreja (KAHAL) sentimo-nos envergonhados da nossa negligência para com tanta gente.sendo cada geração responsável pela sua geração,esta é a hora da igreja (KAHAL) orar fervorosamente e lançarem programas visando a evangelização mundial.
A evangelização mundial só se concretizará com uma igreja (KAHAL) cheia do Espírito Santo (RUACH HAKODESH), haja visto que Ele é quem convence o homem do pecado. O Espirito Santo (RUACH HAKODESH) tem um profundo interesse missionário, a segunda vinda do Messias (MASHIACH) é um incetivo às missões. Cremos que o período intermediário entre sua ascensão e o seu retorno deverá ser usado para o cumprimento da nossa missão como povo do Criador, a obra missionária não pode parar enquanto Ele não vier. 

Direitos humanos


Liberto ativista de direitos humanos cego

 

Chen Guangcheng

CHINA (13º) - O famoso ativista de direitos humanos cego,Chen Guangcheng, terminou sua pena de 4 anos e três meses no último dia 9, e foi liberado às 6h30 do dia seguinte. Enquanto esteve na prisão, foi brutalmente torturado e teve negado o cuidado adequado. Ele está em má saúde e precisa de tratamento médico.

Embora ele esteja fora da prisão, a liberdade do ativista ainda não está completa. Sua família foi monitorada e perseguida por funcionários públicos durante seu encarceramento. Segundo fontes fidedignas, as autoridades ameaçaram Chen e sua esposa de atirar a qualquer momento nos membro da família, caso não cooperassem.

Na manhã que Chen foi solto, sua esposa Yuan Weijing, sua filha, e seu irmão mais velho não foram autorizados a buscá-lo na prisão. Em vez disso, tiveram de esperar para recebê-lo quando ele mesmo chegasse a casa. Agora, ele e sua família são acompanhados de perto por mais de 20 policiais que cercam sua casa. Ninguém foi autorizado a sair da casa no dia de sua chegada, mesmo que fosse para fazer compras, então sua esposa precisou se programar para o dia anterior.

Chen Guangcheng, um advogado autodidata, expôs as atrocidades em massa de 130.000 abortos e esterilizações forçadas em Linyi County, Shandong, em 2005. De acordo com Reggie Littlejohn especialista em política da criança da ChinaAid e fundador dos Women’s Rights Without Frontiers (Direitos da Mulher Sem Fronteiras), "o uso do aborto forçado e da esterilização forçada em Linyi County  e em qualquer outro lugar, podem ser o resultado da pressão sobre os funcionários em cumprir a meta ou quotas populacionais provinciais estabelecidas."

Chen foi preso em agosto de 2006 quando falou contra estas medidas severas. Ele foi acusado de "danificar patrimônio público e obstrução do tráfego."

A revista Time de 2006 nomeou Chen Guangcheng como um dos “Top 100 People Who Shape Our World" (100 pessoas mais influentes), na categoria de "Heróis e Pioneiros". Ele também foi nomeado para o prêmio Nobel da paz.

Chen expressou seu agradecimento à comunidade internacional pela ajuda.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Professor rasga páginas do Alcorão e da Bíblia e fuma



RELIGIOSIDADE 
Professor rasga páginas do Alcorão e da Bíblia e fuma
Um professor de Direito australiano rasgou páginas do Alcorão e da Bíblia e utilizou as folhas como papel de fumo, em um vídeo disponibilizado no YouTube pouco depois da grande polêmica provocada pelo plano de um pastor evangélico americano de queimar o livro sagrado dos muçulmanos.
No vídeo de 12 minutos, que tem como título “A Bíblia ou o Alcorão, qual queima melhor?”, Alex Stewart, membro de um grupo de ateus de Brisbane, exibe um exemplar do Alcorão e outro da Bíblia, arranca páginas dos dois livros e usa as folhas como “cigarros”.
O vídeo, que foi retirado do YouTube, havia sido disponibilizado no fim de de semana, ou seja, no aniversário de nove anos dos atentados de 11 de setembro e depois do pastor americano Terry Jones ter desistido de queimar exemplares do Alcorão.
Stewart foi suspenso pela Universidade Tecnológica de Queensland, onde trabalha. “A universidade está evidentemente muito descontente e decepcionada com o fato de que este tipo de incidente tenha acontecido”, declarou à imprensa o vice-reitor do centro de ensino, Peter Coaldrake.Alex Stewart afirmou que pretendia exercer o direito à liberdade de expressão. “O vídeo era uma piada, claro”, disse.
video

Israelenses e Palestinos recomeçam negociação com desconfiança

INTERNACIONAL
ORIENTE MÉDIO
Israelenses e Palestinos recomeçam negociação com desconfiança

As negociações de paz entre israelenses e palestinos recomeçam em clima de desconfiança e desacordo. Mas sob a expectativa de que o primeiro diálogo direto em 21 meses quebre o impasse e produza algum avanço.
Uma contagem regressiva marca a reunião de cúpula de hoje entre o premiê israelense, Binyamin Netanyahu, e Mahmoud Abbas, presidente palestino, no balneário egípcio de Sharm el Sheikh.
No dia 26 termina o prazo do congelamento imposto por Israel sobre a expansão de colônias judaicas nos territórios ocupados em 1967. Os palestinos ameaçam abandonar as negociações se a moratória não for mantida, o que Israel parece pouco inclinado a aceitar.
Uma tímida demonstração de flexibilidade do premiê israelense foi recebida com frieza pelos palestinos. Netanyahu disse no domingo que o congelamento poderá ser mantido parcialmente --contrariando boa parte do seu gabinete conservador, que defende a retomada das construções e sem satisfazer a liderança palestina.
Segundo Bibi, como o premiê é conhecido, Israel não retomará as obras em todas as 20 mil casas já aprovadas pelas autoridades na Cisjordânia, mas também não haverá "construção zero".
O veterano Nabil Shaath, um dos principais negociadores palestinos, não viu motivo para mudar de posição. "A não ser que haja um congelamento real da construção de assentamentos, não poderemos continuar com as negociações", disse Shaath.
Os jornais israelenses deram destaque a um suposto entendimento entre israelenses e os mediadores americanos em torno de um meio termo, no qual o congelamento seria mantido em princípio, apenas com a conclusão das obras já aprovadas.
Segundo um relatório do grupo israelense Paz Agora, estão nessa situação 2.066 casas, cuja construção deve ser retomada assim que terminar a moratória.
A pressão sobre Israel aumentou com o discurso de sexta-feira do presidente dos EUA, Barack Obama, em que contou ter pedido a Bibi que mantenha a suspensão das obras para dar uma chance às negociações. A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, participará da cúpula de hoje. No dia seguinte, ela segue para Jerusalém.
Temendo que as negociações sejam totalmente dominadas pela contagem regressiva, Bibi quer colocar no topo da agenda a exigência de que os palestinos reconheçam Israel como o lar nacional dos judeus.
"Eu não ouço o outro lado dizer "dois Estados para duas nações". Eu escuto "dois Estados", mas não "duas nações"", disse Bibi.
Mas os palestinos já deixaram bem claro que não atenderão a exigência, alegando que o reconhecimento de Israel como Estado judeu colocaria em risco os árabes que vivem em Israel. O grande temor, no entanto, é que o gesto enfraqueça a demanda futura pelo direito de retorno e/ou reparação aos refugiados palestinos.

Crentes e Evangélicos: Te ensinaram errado sobre APOSTASIA !!! 1/2

domingo, 12 de setembro de 2010

ÉTICA EVANGÉLICA BRASILEIRA


Protesto na Marcha 2009:

No ano passado, um grupo de irmaos se reuniu e promoveu um protesto silencioso durante a Marcha. Com camisetas estilizadas, os manifestantes exibiam o slogan: "Voltemos ao Evangelho Puro e Simples: O $how tem que Parar!". Mal compreendidos por alguns, aplaudidos por outros, o resultado você pode conferir no vídeo à seguir, intitulado "Duas Marchas":

DUAS MARCHAS - Parte 1

A nova reforma Protestante/ Revista Época


EM CONSTRUÇÃO
Ilustração de um monumento em forma de cruz
Irani Rosique não é apóstolo, bispo, presbítero nem pastor. É apenas um cirurgião geral de 49 anos em Ariquemes, cidade de 80 mil habitantes do interior de Rondônia. No alpendre da casa de uma amiga professora, ele se prepara para falar. Cercado por conhecidos, vizinhos e parentes da anfitriã, por 15 minutos Rosique conversa sobre o salmo primeiro (“Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios”). Depois, o grupo de umas 15 pessoas ora pela última vez – como já havia orado e cantado por cerca de meia hora antes – e então parte para o tradicional chá com bolachas, regado a conversa animada e íntima.
Desde que se converteu ao cristianismo evangélico, durante uma aula de inglês em Goiânia em 1969, Rosique pratica sua fé assim, em pequenos grupos de oração, comunhão e estudo da Bíblia. Com o passar do tempo, esses grupos cresceram e se multiplicaram. Hoje, são 262 espalhados por Ariquemes, reunindo cerca de 2.500 pessoas, organizadas por 11 “supervisores”, Rosique entre eles. São professores, médicos, enfermeiros, pecuaristas, nutricionistas, com uma única característica comum: são crentes mais experientes.
Apesar de jamais ter participado de uma igreja nos moldes tradicionais, Rosique é hoje uma referência entre líderes religiosos de todo o Brasil, mesmo os mais tradicionais. Recebe convites para falar sobre sua visão descomplicada de comunidade cristã, vindos de igrejas que há 20 anos não lhe responderiam um telefonema. Ele pode ser visto como um “símbolo” do período de transição que a igreja evangélica brasileira atravessa. Um tempo em que ritos, doutrinas, tradições, dogmas, jargões e hierarquias estão sob profundo processo de revisão, apontando para uma relação com o Divino muito diferente daquela divulgada nos horários pagos da TV.
Estima-se que haja cerca de 46 milhões de evangélicos no Brasil. Seu crescimento foi seis vezes maior do que a população total desde 1960, quando havia menos de 3 milhões de fiéis espalhados principalmente entre as igrejas conhecidas como históricas (batistas, luteranos, presbiterianos e metodistas). Na década de 1960, a hegemonia passou para as mãos dos pentecostais, que davam ênfase em curas e milagres nos cultos de igrejas como Assembleia de Deus, Congregação Cristã no Brasil e O Brasil Para Cristo. A grande explosão numérica evangélica deu-se na década de 1980, com o surgimento das denominações neopentecostais, como a Igreja Universal do Reino de Deus e a Renascer. Elas tiraram do pentecostalismo a rigidez de costumes e a ele adicionaram a “teologia da prosperidade” (leia o quadro na última pág.). Há quem aposte que até 2020 metade dos brasileiros professará à fé evangélica.
Dentro do próprio meio, levantam-se vozes críticas a esse crescimento. Segundo elas, esse modelo de igreja, que prospera em meio a acusações de evasão de divisas, tráfico de armas e formação de quadrilha, tem sido mais influenciado pela sociedade de consumo que pelos ensinamentos da Bíblia. “O movimento evangélico está visceralmente em colapso”, afirma o pastor Ricardo Gondim, da igreja Betesda, autor de livros como Eu creio, mas tenho dúvidas: a graça de Deus e nossas frágeis certezas (Editora Ultimato). “Estamos vivendo um momento de mudança de paradigmas. Ainda não temos as respostas, mas as inquietações estão postas, talvez para ser respondidas somente no futuro.” Nos Estados Unidos, a reinvenção da igreja evangélica está em curso há tempos. A igreja Willow Creek de Chicago trabalhava sob o mote de ser “uma igreja para quem não gosta de igreja” desde o início dos anos 1970. Em São Paulo, 20 anos depois, o pastor Ed René Kivitz adotou o lema para sua Igreja Batista, no bairro da Água Branca – e a ele adicionou o complemento “e uma igreja para pessoas de quem a igreja não costuma gostar”. Kivitz é atualmente um dos mais discutidos pensadores do movimento protestante no Brasil e um dos principais críticos da“religiosidade institucionalizada”. Durante seu pronunciamento num evento para líderes religiosos no final de 2009, Kivitz afirmou: “Esta igreja que está na mídia está morrendo pela boca, então que morra. Meu compromisso é com a multidão agonizante, e não com esta igreja evangélica brasileira.”
Essa espécie de “nova reforma protestante” não é um movimento coordenado ou orquestrado por alguma liderança central. Ela é resultado de manifestações espontâneas, que mantêm a diversidade entre as várias diferenças teológicas, culturais e denominacionais de seus ideólogos. Mas alguns pontos são comuns. O maior deles é a busca pelo papel reservado à religião cristã no mundo atual. Um desafio não muito diferente do que se impõe a bancos, escolas, sistemas políticos e todas as instituições que vieram da modernidade com a credibilidade arranhada. “As instituições estão todas sub judice”, diz o teólogo Ricardo Quadros Gouveia, professor da Universidade Mackenzie de São Paulo e pastor da Igreja Presbiteriana do Bairro do Limão. “Ninguém tem dúvida de que espiritualidade é uma coisa boa ou que educação é uma coisa boa, mas as instituições que as representam estão sob suspeita.”
Uma das saídas propostas por esses pensadores é despir tanto quanto possível os ensinamentos cristãos de todo aparato institucional. Segundo eles, a igreja protestante (ao menos sua face mais espalhafatosa e conhecida) chegou ao novo milênio tão encharcada de dogmas, tradicionalismos, corrupção e misticismo quanto a Igreja Católica que Martinho Lutero tentou reformar no século XVI. “Acabamos nos perdendo no linguajar ‘evangeliquês’, no moralismo, no formalismo, e deixamos de oferecer respostas para nossa sociedade”, afirma o pastor Miguel Uchôa, da Paróquia Anglicana Espírito Santo, em Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife. “É difícil para qualquer pessoa esclarecida conviver com tanto formalismo e tão pouco conteúdo.”
Um vídeo divulgado nesta quinta-feira (9) pela BBC mostra o processo de deterioração de alimentos filmados ininterruptamente por 12 dias.
Assista ao vídeo
Com a passagem do tempo, organismos proliferam e se alimentam da comida, que vai apodrecendo.
Alguns dias após o início da filmagem, moscas depositam ovos de onde nascem vermes.
Eles atacam primeiro a carne, passando em seguida para as frutas.

CBN - A rádio que toca notícia - Revista CBN

CBN - A rádio que toca notícia - Revista CBN

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Dilma ganha Bíblia e discursa em evento da Assembleia de Deus

Politicagem na Igreja - Dilma ganha Bíblia e discursa em evento da Assembleia de Deus, igreja de Marina Silva
No inicio deste artigo, quero deixar claro que eu acredito que devemos ter uma posição política, devemos apoiar alguém que tenha um bom testemunho e que se possível que já tenha um caminhado na política dando um bom testemunho.

O que nós precisamos é de pessoas com testemunho!

Chega de picaretagem no meio evangélico!

Eu não consigo admitir que a igreja seja feita de palanque ou que seja um lugar de politicagem: Comício dentro da igreja é o fim da picada!

No fim da picada o drogado sente o ‘barato’, no fim do comício o pessoal se sente amortecido pela esperança fantasiosa. Ainda mais quando a seringa é a igreja!

Chego a ter náuseas quando vejo o povo de Deus dar “uma oportunidade” para políticos que nunca foram a um culto se que, usarem a igreja como palanque de comícios. Mas a cada eleição eles tomam até ceia!

Lembro de uma igreja apostólica que deu o seu púlpito para a senhora Marta Suplicy – defensora da Lei homo fóbica - para falar em um culto de mulheres quando era candidata. Em outra eleição foi à vez do Senhor Maluf fazer o seu comício personalizado, mas talvez ele seja “apostólico” e a gente não sabe!

Agora, a possível candidata a presidência da republica Dilma Rosseff pelo PT ganhou o púlpito da Assembléia de Deus, a maior denominação evangélica do Brasil. A minha pergunta: para fazer o que?

Pregar?

Dar uma palavra sobre o dizimo? Ou citar Romanos 13:

Se a moda é pegar um texto e retirá-lo do contexto para criar um clima de santidade, esta é a passagem certa para a ocasião. Mas quem abriu as portas da esperança para a candidata?

Marina Silva que defendeu em 2002 a eleição do Lula como se fosse alguém defendendo o seu apóstolo – “Espada pelo Lula – PT até morrer!”.

Takayama (que também é político) deu umas cutucadas em Dilma pedindo que ela coloque Deus na sua vida e ainda afirmou:
"Esse é o pedido que está entalado na garganta de cada uma dessas pessoas".

Mas eu acredito que ela nem dormiu de tanta preocupação. Se ela tivesse o mínimo de ética cristã, mesmo sendo católica como é, ela não usaria o púlpito para seus comícios petistas. Mas como ela precisa ganhar os votos de
“GREGOS e ROMANOS” (EU NÃO ERREI) – ela até agradeceu as palavras do samurai afirmando que o governo Lula promove a “fé e valores morais que ajudaram 30 milhões de brasileiros a ascender socialmente nos últimos anos. "Precisamos de exemplos como o pastor e sua família", disse Dilma.
Podemos orar por ela, sem duvida nenhuma, este é o papel da igreja – mas lembro que existem milhares de irmãos e irmãs que sofrem  e não tem nenhuma oportunidade de falar com o seu pastor, muito menos usar o púlpito.

Eu peço aos pastores para ter discernimento, não façam de suas igrejas palanques políticos, isso faz com que a igreja vire o congresso nacional – um lugar de barganhas e alianças segundo o evangelho da Prosperidade.

Não vamos esquecer o que disse:

Mateus, 21:13 “e disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; vós, porém, a fazeis covil de salteadores."

Fonte: http://noticias.uol.com.br/politica/2009/10/05/ult5773u2675.jhtm 

Dilma acende vela para todos os santos


Dilma recebe passes de pais de Santos
Ajoelhar diante a uma imagem, cantar os louvores , hinos da harpa e do cantor cristão e tomar alguns passes faz parte da campanha política de Dilma Rousseff do PT.

Esta é aposição do vale tudo rumo a presidência.

Eu sei que em algumas igrejas a gente não sabe se esta em um templo evangélico ou no terreiro de macumba pelo sincretismo que alguns exercem aos fiéis. Sal grosso, rosas ungidas, fazer pactos a meia noite em cachoeiras já esta na programação de alguns templos que se dizem evangélicos.

Talvez a candidata se confunda ao participar de alguns ambientes .

É desta forma que a católica apostólica afro pentecostal caminha pedindo votos a todos os religiosos brasileiros.

Qual é o problema para ela?
Nenhum. Ela apenas esta procurando o seu bem no caminho da política.

Eu não sou contra e nem a favor da candidata, não quero fazer campanha política de um ou outro candidato. Isto não é um momento político, mas de uma reflexão ao que esta acontecendo na igreja brasileira.

Eu entendo que o povo evangélico precisa estar atento a tudo que acontece, até no meio político. Ele deve ter o seu candidato ou candidata.



Então qual é o problema?
O problema é fazer das igrejas o lugar de barganhas políticas.

O problema é fazer dos nossos púlpitos um lugar de ecumenismo ou um palanque político onde as mentiras são proferidas a favor dos votos.

O problema é fazer dos nossos fiéis vacas de presépio depois de uma ordem política eclesiástica.

Que os nossos púlpitos não sejam o microfone a favor do império terrestre, mas que seja um instrumento a favor do Reino.

Que o Criador tenha misericórdia de nós.

Fonte para esta reflexão: Folha de São Paulo  

Padre é preso pela PF com dólares e euros escondidos

Padre é preso pela PF com dólares e euros escondidos
Administrador dos bens da Arquidiocese do Rio tentava embarcar para Portugal com o equivalente a R$ 117.240 não declarados
Rio - Um novo escândalo mexe com a Igreja Católica. O administrador dos bens da Cúria e pároco da Igreja de Copacabana, monsenhor Abílio Ferreira da Nova, 77 anos, foi preso domingo à noite pela Polícia Federal (PF) quando tentava embarcar para Portugal com 52.895 euros (R$ 115.898) e 778 dólares (R$ 1.342) escondidos em bagagens e, segundo agentes, até dentro das meias.
Dos R$ 117.240, o pároco só comprovou, após ter sido flagrado, a procedência de 7 mil euros (R$ 15.400), mostrando documento de câmbio emitido por banco. Por lei, o passageiro só pode embarcar para fora do País com até R$ 10 mil. Quando passa desse montante, o valor deve ser informado.
O monsenhor ficou cerca de seis horas preso na delegacia da Polícia Federal do Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, mas, por ser idoso, ter problemas de saúde e não apresentar ameaça à ordem pública, foi solto pela juíza Maria do Carmo Freitas Ribeiro, da 3ª Vara Federal Criminal. Ele vai responder em liberdade pelo crime de evasão de divisas.

O religioso se preparava para entrar no voo 184 da TAP, às 18h45, quando foi abordado por agentes que checavam denúncia de que um senhor de nome Abílio tentaria ir para a Europa levando alta quantia de euros e dólares não declarados. O pároco foi orientado a acompanhar dois agentes, que verificaram suas bagagens.

Na mala, foram encontrados 45 mil euros camuflados entre roupas, latas de goiabada e material de higiene pessoal. Na bagagem de mão, havia mais euros e os dólares. Os agentes perceberam que o suspeito era padre pela roupa que estava vestindo e na revista às malas. Eles se surpreenderam ainda mais com o fato de que Abílio também teria escondido notas de dinheiro nas meias. “Senhor padre, desculpe, mas o senhor está preso”, anunciou um dos policiais.

Em depoimento ao delegado federal Carlos Furtado, o monsenhor afirmou que pretendia viajar de férias para Portugal, onde vive sua família, e garantiu que o dinheiro seria usado para ajudar seus parentes pobres e na reforma de uma paróquia.

Em nota, o ecônomo lamentou “o erro de não ter informado, previamente, que estava de posse das economias” e garantiu que o dinheiro era parte de economias pessoais, adquiridas ao longo de sua vida, e que a procedência está declarada. Após o episódio, a Cúria informou que Abílio será substituído do cargo e que ele já havia pedido a renúncia desde maio.
Há um ano, outro escândalo

Em maio de 2009, monsenhor Abílio assumiu a administração dos bens da Arquidiocese no lugar do padre Edvino Steckel. Auditoria feita pela Igreja mostrou que, em 16 meses de gestão, Edvino gastara R$ 14 milhões em despesas desnecessárias ou não justificadas. O DIA mostrou, na época, o luxo de sofás e poltronas — de couro, com enchimento de penas de ganso — adquiridas por mais de R$ 50 mil para a sede da entidade.

A Arquidiocese também determinou a devolução, por Edvino, do carro importado que ele usava, um Jetta. Um modelo novo custa mais de R$ 90 mil. A Igreja mandou que fossem retirados dos roteiros das missas anúncios de cartão de crédito criados na gestão de Dom Eusébio Scheid, que, em abril de 2009, deixara a Arquidiocese.

“Isso enxovalha todo um trabalho que se faz em favor dos pobres”, dissera, na época, o monsenhor. Padre Edvino foi retirado do cargo de ecônomo depois que o ‘Informe do DIA’ revelou a compra, pela Arquidiocese, de apartamento de luxo por R$ 2,2 milhões no Flamengo que serviria de lar no Rio para Dom Eusébio. Ele havia nomeado Edvino em 2008.
ENTREVISTA COM MONSENHOR ABÍLIO: ‘O DINHEIRO É LIMPO, NÃO É ESPÚRIO’

Português de nascimento e brasileiro naturalizado, o monsenhor Abílio Ferreira da Nova afirmou ter errado ao não declarar o dinheiro que, segundo ele, é fruto de suas economias. “Esse dinheiro, que nem é tanto assim, é limpo, não é espúrio, tenho comprovada sua origem. Nada é roubado”, disse ontem à tarde. Segundo ele, dos 52 mil euros apreendidos, 45 mil seriam doados para parentes e para a igreja de Povóa de Varzim, sua terra natal.
1. Por que o senhor não declarou o dinheiro?
— Eu errei. Eu sabia que tinha que declarar, mas não sabia onde isto seria feito. No embarque, não me perguntaram nada, também nem era tanto dinheiro assim. Depois que a polícia me abordou, eu disse que poderia fazer a declaração e pagar multa, mas me informaram que não era mais possível.
2. Qual é a origem de todo esse dinheiro?
—São economias que fiz durante muito tempo. Como não preciso gastar dinheiro, guardo o que recebo. Tudo está declarado, pago normalmente os meus impostos. Na Arquidiocese eu não mexo com dinheiro, não assino cheques, apenas cuido da administração.
3. Onde estavam as notas?
—Como o volume era muito grande, coloquei 45 mil euros na mala, ao lado de latas de goiabada. O resto estava na minha bolsa, com o passaporte. Eu é que mostrei esta outra quantia à polícia.
4. Quando é que comunicou o fato a Dom Orani?
—No domingo mesmo, no aeroporto. Ele ficou chateado, claro, mas compreendeu o que se passou.

5. O dinheiro foi descoberto graças a uma denúncia anônima. O senhor tem ideia de quem pode ter feito isto?
—Não faço a menor ideia. Ninguém sabia que eu levaria esse dinheiro, nem minha sobrinha, que mora comigo. Quem fez a denúncia sabia meu nome completo, o horário do meu voo.
6. Acha que o autor pode ser alguém prejudicado com os episódios na Arquidiocese do ano passado?
—Isso é por sua conta. Não tenho certeza de nada, não posso suspeitar de ninguém.
7. Vai mesmo deixar o cargo de ecônomo?
—Em maio eu já havia solicitado minha saída. A procuração que me permite exercer o cargo só é válida até outubro. (Fernando Molica)
Reportagem de Maria Luisa Barros e Maria Mazzei
Related Posts with Thumbnails
Locations of visitors to this page Free counter and web stats